(44) 99919-8180
(44) 3029-5025

BLOG

Como investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho?

SAÚDE-OCUPACIONAL

Quer saber como investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho? Então, acompanhe este artigo até o fim.

 

Infelizmente, grande parte das empresas ficam inibidas na sua gestão de saúde e segurança do trabalho porque não querem investir.

 

No entanto, tudo muda quando os gestores percebem que podem utilizar a saúde e segurança do trabalho como aliada.

 

Incluir saúde e segurança do trabalho no planejamento estratégico  de uma empresa pode colaborar para alavancar os negócios.

 

No entanto, esta percepção ainda é um pouco tímida no Brasil, sabe por quê …

 

Diferente do que ocorre em lugares como o Canadá, por exemplo, a cultura brasileira está mais vinculada a deixar para resolver coisas importantes de última hora.

 

E quando falamos de saúde e segurança do trabalho, as medidas acabam sendo tomadas somente após a concretização dos acidentes.

 

Poucas empresas costumam investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho colocando a prevenção como prioridade.

 

Porém, os investimentos reduzem doenças, acidentes de trabalho e ainda geram retorno para as empresas. Estarei explicando melhor …

 

Para isso, vamos entender como fica a questão dos custos gerados por uma doença ocupacional ou acidente de trabalho.

Custos que uma doença ocupacional ou acidente de trabalho pode gerar para o empregador.

 

  • Tempo e dinheiro desperdiçados.
  • Despesas referentes a primeiros socorros como deslocamentos, medicamentos,  instrumentais e afins utilizados nos ambulatórios da empresa.
  • Interrupção de produção, serviço ou obra.
  • Salários adicionais pagos em horas extras para outros trabalhadores, quando necessário; normalmente para compensar atrasos na produção ou serviços.
  • Despesas com equipamentos, máquinas ou materiais danificados.
  • Despesas médicas relacionadas à recuperação de empregados como odontológicas, hospitalares, farmacêuticas, principalmente quando relacionadas a cirurgias reparadoras.
  • Gastos gerados para substituir os trabalhadores que ficam afastados.
  • Despesas de reabilitação médica e ocupacional.
  • Baixa produtividade do funcionário quando retorna ao trabalho, em casos de acidentes mais graves.
  • Auxílio acidente para casos de redução laborativa.
  • Seguro Acidente elevado.
  • Outras despesas administrativas.
  • Possíveis gastos com processos judiciais e indenizações.
  • Queda da imagem e da reputação da empresa e de oportunidade de negócios.

 

Só por essa lista, já dá para perceber que investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho é algo fundamental e inteligente que os gestores de uma empresa podem fazer.

 

Quanto a informações sobre redução dos acidentes de trabalho e o que sua empresa pode fazer, confira o nosso artigo: Principais erros na Segurança do Trabalho nas empresas: Por que ainda temos casos de acidentes de trabalho?

Quais retornos sua empresa pode ter ao investir em Saúde e Segurança do Trabalho?

Retorno por meio do governo.

O imposto RAT ( Risco Ambiental do Trabalho), antigo SAT – Seguro Acidente do Trabalho pode ser reduzido pela metade.

 

O critério de avaliação é feito conforme os investimentos e medidas de saúde e segurança aplicados em cada empresa.

 

Esta redução ocorre através da bonificação FAP (Fator Acidentário de Prevenção) que é calculada para amortecer o valor do RAT.

 

No entanto, vale ressaltar que, se comprovada negligência em saúde e segurança do trabalho em uma empresa, o RAT também pode dobrar de valor por meio FAP.

 

Neste caso, o FAP se torna um vilão e não um aliado, quando não há investimento em saúde e segurança do trabalho.

Por meio dos fornecedores e acionistas.

O investimento em saúde e segurança do trabalho também atrai relacionamentos éticos e duradouros com fornecedores e ainda desperta a atenção de acionistas.

Por meio dos clientes.

Empresas que levam a saúde e segurança do trabalho são bem vistas no mercado.

 

Isso colabora para seu desenvolvimento e crescimento; gerando melhores oportunidades de negócios.

Por meio dos colaboradores.

Os colaboradores se tornam mais produtivos em seus trabalhos favorecendo o faturamento da empresa.

 

Principalmente quando percebem que saúde e segurança do trabalho representa mais que o cumprimento de leis em uma empresa

 

Ao perceber respeito e valorização por parte da empresa por sua saúde, integridade física e sua vida, acaba por promover a empresa para qual trabalha.

 

Essas formas de retorno motiva mais ainda a ideia de investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho.

 

Mesmo porque omitir investimentos em saúde e segurança do trabalho não é vantajoso, pelo contrário … gera mais gastos ainda.

 

E para ter uma ideia mais concreta do que estou falando, faça uma simulação de cálculos e registre num papel.

 

Investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho é sinônimo de lucro.

Saúde e segurança do trabalho não pode mais ser vista como um empecilho e geração de custos para as empresas.

 

Nem mesmo apenas como uma obrigatoriedade legal que justifica sua existência.

 

Para prevenção de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais haverá sempre duas questões envolvidas: investimento e redução de custos.

 

Primeiro, sempre será preciso investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho.

 

A redução de custos em Saúde e Segurança do Trabalho, e até mesmo para a empresa, só pode ocorrer caso haja investimentos.

 

Lembre-se que o investimento em Saúde e Segurança do Trabalho gera não só a redução de custos para a empresa como também cria novas oportunidades de negócios.

 

Agora tire suas próprias conclusões, vale ou não a pena investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho?

 

Entendo que os empreendedores se assustam com os investimentos propostos nos projetos de saúde e segurança do trabalho.

 

No entanto, o empregador não precisa e nem deve fazer tudo de uma só vez.

 

Pode ir implementando medidas vagarosamente e adequando sua empresa, conforme seus próprios recursos.

 

O que não pode é ficar parado e correr riscos de ter gastos motivados por incidentes que poderiam ser prevenidos.

 

Qual empresa, por exemplo, tem o “luxo” de se arriscar a sofrer uma indenização? Principalmente nos tempos de hoje!

 

Quer começar a investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho?

 

Entre em contato com a equipe da Labore Saúde Ocupacional; será um prazer poder te ajudar naquilo que você precisar.

 

Veja mais artigos relacionados a investir para reduzir custos em Saúde e Segurança do Trabalho:

 

Como reduzir o custo de produção melhorando a segurança no trabalho?

Treinamentos de Segurança do Trabalho e redução de acidentes.

Implantação da Ergonomia e redução de afastamentos.

George Coelho, Diretor Estratégico na Labore Saúde Ocupacional, Ergonomista nivel 1 da ABERGO, Fisioterapeuta do Trabalho, Técnico em Segurança, Especialista em Morfofisiologia do Exercício Físico – UEM. Especialista em Ergonomia – UFPR Mestre em Biodinâmica do Movimento Humano – UEM. Perito Judicial – Justiça Estadual – Comarca de Maringá.

WhatsApp chat