A Ginástica Laboral pode ajudar a prevenir doenças ocupacionais

Postado em 13 de dezembro de 2017

A Ginástica Laboral é um dos temas que mais gostamos de falar aqui no blog, pelo fato de trazer tantos benefícios para a vida pessoal e profissional, e no post de hoje vamos falar sobre como esses exercícios podem prevenir doenças ocupacionais, e quais são os profissionais envolvidos neste trabalho.

O trabalho é um importante fator para o saudável desenvolvimento emocional, moral e cognitivo do ser humano, contudo, também pode produzir enfermidade mental, relacionada ao estresse ocupacional, quando a sua organização não oferece possibilidades ao trabalhador de concretizar suas aspirações e desejos.

GINASTICA-LABORAL-QUALIDADE

Problemas relacionados ao estresse ocupacional estão associados à globalização, ao aumento da economia informal e às mudanças que ocorrem no ambiente de trabalho. As organizações normalmente consideram como aspectos preventivos em saúde e segurança, a exposição aos agentes químicos, físicos e biológicos e não levam em conta os riscos psicossociais.

Fatores psicossociais envolvem sintomas como cansaço físico ou mental, fadiga e estresse, além de serem importantes contribuidores para a incidência e severidade dos Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORTs) devido à estreita relação entre as variáveis psicossociais, biomecânicas, organizacionais e individuais no desenvolvimento e intensificação deste quadro de origem multifatorial.

Para isso, medidas preventivas são utilizadas para reduzir a exposição a esses fatores, de modo diversificado e com caráter multidisciplinar. Entre as medidas que podem ser adotadas há a implantação de um programa de Ginástica Laboral

Nos últimos anos, junto com os programas de qualidade de vida apareceram os programas de Ginástica Laboral com diferentes objetivos para beneficiar os trabalhadores e, consequentemente, as empresas. Leia mais sobre:

A importância da Ginástica Laboral no Trabalho

História da Ginástica Laboral no Mundo

Essas atividades surgiram dentro das empresas como uma forma de amenizar os efeitos deletérios do trabalho e da tecnologia sobre o corpo humano. Esses efeitos podem progredir para doenças ocupacionais, que normalmente ocorrem em função do sedentarismo crescente e do uso inadequado do corpo no trabalho.

 

 

Neste contexto de atenção à saúde do trabalhador são inseridos no ambiente ocupacional novos aliados para proteger a saúde de quem desenvolve suas atividades laborais; um destes profissionais é o Fisioterapeuta que deixa de tratar apenas no terceiro nível de prevenção (reabilitação) e passa a ter importante papel no segundo (tratamento precoce da doença) e mais recentemente no primeiro, atuando na promoção de saúde e prevenção de doenças.

Dessa forma, surge, então, a Fisioterapia do Trabalho, especialidade profissional que possui como arsenal de seu trabalho a avaliação admissional funcional, análise ergonômica e do ambiente de trabalho, ações preventivas e terapêuticas, reabilitadoras, de reinserção e reintegração para com os trabalhadores adoecidos, lesionados ou acidentados.

Os profissionais de Educação Física trabalham juntamente com a equipe de Qualidade de Vida, instruindo as aulas de Ginástica Laboral dentro das organizações, e o ideal é que essas aulas sejam ministradas, pelo menos, duas vezes na semana.

A Ginástica Laboral trás muitos benefícios para a saúde do trabalhador, você pode conferir mais em:

Ginástica Laboral: Qualidade de Vida para seus funcionários

Ginástica Laboral: Exercícios de Relaxamento

 Fonte: Artigo: A Ginástica Laboral na redução do estresse ocupacional e dor osteomuscular: estudo piloto. Autor: Fabiana Cristina Taubert de Freitas

Clique aqui e conheça os serviços da Labore Saúde Ocupacional

Clique aqui para conhecer melhor a Labore Saúde Ocupacional, referência em Medicina e Segurança do Trabalho de Maringá – PR.

Clique aqui para entrar em contato conosco