(44) 99919-8180
(44) 3029-5025

BLOG

Psicopatologias do trabalho mais frequentes.

FADIGA VISUAL

Atividades monótonas, duração excessiva do trabalho e função que exige muita atenção (ou que vão além daquilo que o colaborador pode oferecer) são alguns dos fatores que podem ocasionar psicopatologias do trabalho.


A prevenção de interferências mentais negativas provocadas no ambiente laboral consideram o trabalho coletivo como solução para inibir o estresse.

 

Normalmente, o estresse é ocasionado por pressões abusivas, competitividade, cumprimento de metas inatingíveis e outros fatores.

A depressão, por exemplo, é uma psicopatologia que tem colocado o Brasil em 5º lugar dentre os países com os maiores números de depressivos do mundo.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2020, este transtorno mental será a principal doença mais incapacitante do mundo.  

A ansiedade também é uma emoção perigosa que pode ocasionar síndrome do pânico, estando associada a transtornos de estresse pós-traumático.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking mundial em ansiedade.

 

Existem cerca de mais de 18 milhões de ansiosos no país.

A síndrome de burnout é outra doença que também está crescendo entre os trabalhadores brasileiros.

 

O motivo está relacionado à intensa exaustão emocional e esgotamento profissional desses colaboradores.

Pessoas perfeccionistas que não contentam com os resultados e reconhecimento alcançados estão entre os principais grupos de risco.

Psicopatologias do trabalho e suas causas.

O trabalho pode ser a causa, o fator desencadeante ou agravante do quadro das doenças mentais.

 

As psicopatologias do trabalho podem surgir a partir de situações como:

 

  • Cobrança e pressão excessivas.
  • Falta de comunicação assertiva.
  • Má divisão das tarefas.
  • Posto de trabalho mal planejado.
  • Lideranças mal preparadas.
  • Baixa remuneração.
  • Falta de reconhecimento.
  • Percepção de injustiça.

Profissões mais suscetíveis às  psicopatologias do trabalho.

As doenças mentais podem acometer os mais diversos profissionais, afetando principalmente:

 

  • Vendedores e outros profissionais que precisam cumprir metas abusivas.
  • Gestores e outros executivos que precisam tomar iniciativas decisivas.
  • Profissionais que sofrem risco de morte como bombeiros e policiais.
  • Profissionais com alta responsabilidade e longa carga horária de trabalho como médicos, profissionais da saúde e muitos outros.

Como prevenir psicopatologias do trabalho.
A prevenção das psicopatologias do trabalho está relacionada ao desenvolvimento e à criatividade do colaborador, equilibrando exigências e períodos de repouso.

 

A interação do homem com o ambiente de trabalho deve ser dinâmica, desafiadora e estar sempre relacionada com a oportunidade de aprendizagem.

 

A responsabilidade social dentro do trabalho é também uma estratégia para integrar os colaboradores.

 

Desta forma, aumenta-se o envolvimento e a cooperação entre os funcionários, que se tornam mais comprometidos com o propósito coletivo.

 

A elaboração de um projeto de responsabilidade social e sua implantação é uma alternativa muito válida para conter o espírito de competitividade interna e excessiva que acabam por atrapalhar a produtividade e o desenvolvimento das empresas.

 

O trabalho cooperativo equilibra os conflitos no contexto de trabalho, traz maior satisfação para os colaboradores e suas equipes de trabalho gerando um ambiente laboral mais saudável,  produtividade e lucrativo para as empresas.

 

Outras formas de evitar psicopatologias no trabalho estão relacionadas à ginástica laboral e à ergonomia.