(44) 99919-8180
(44) 3029-5025

BLOG

Saúde mental dos colaboradores e as iniciativas do Rh.

RH

A saúde mental dos colaboradores deve também ser uma das preocupações do RH da sua empresa.

 

Afastamento por doença mental, indenização por dano moral e até o suicídio são algumas das consequências que os transtornos mentais relacionados ao trabalho podem trazer para as empresas e seus colaboradores.

 

Atualmente, o Brasil é o 1º no ranking mundial em transtorno de ansiedade e o 5º em depressão.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil, ocupa o 8º lugar entre os países com maior número de suicídios, com cerca de 30 mortes diárias no nosso país.

 

As condições do trabalho é uma das 6 principais causa de suicídio no mundo.

 

Diante deste contexto, há muitos trabalhadores com queda de produtividade e que perderam a qualidade no desempenho de suas atividades.

Prevenção da Saúde mental dos colaboradores e suas vantagens.

A prevenção da saúde mental dos colaboradores normalmente passa despercebida nas empresas.

 

As doenças mentais normalmente são identificadas a longo prazo, quando a doença já atingiu níveis moderados e graves.

 

No Brasil, transtornos depressivos e outros transtornos ansiosos ocupam a 10ª e 15ª posição, respectivamente, no ranking das 20 das principais causas de auxílio doença previdenciário em 2017.

 

Em 2016, os registros de afastamento com direito a auxílio doença  por quadros depressivos foi de 75,3 mil trabalhadores.

 

Lembrando que todo estes afastamentos são observados na hora do cálculo do FAP (Fator Acidentário de Prevenção) das empresas.

 

Quanto maiores forem os esforços e iniciativas de prevenção da empresa em relação à saúde ocupacional e  saúde mental dos colaboradores menos sua empresa pagará de imposto RAT (Risco de Acidente de Trabalho).

 

Indenização por dano moral, caso Petrobrás.

O acidente na Plataforma de Enchova ocorrido em 1984 na Petrobrás (litoral Vitória/Rio de Janeiro) resultou em 37 mortes.

O acontecimento foi a causa do desenvolvimento da esquizofrenia paranoide do engenheiro mecânico da empresa na época.

Ele passou por diversas internações devido aos problemas psicológicos originados pelo acidente e atualmente está aposentado.

O engenheiro recebeu indenização da Petrobrás por dano moral no valor de R$ 100 mil.

Fatores que ocasionam doenças mentais no ambiente ocupacional.

As causas das doenças mentais no ambiente do trabalho podem ser inúmeras.

 

Dentre os fatores mais comuns que proporcionam o surgimento de doença mental no ambiente ocupacional estão:

 

  • Cobrança intensa por metas e resultados inatingíveis.
  • Assédio moral.
  • Estímulo à competitividade.
  • Jornadas de trabalho exaustivas.
  • Clima organizacional  estressante e ansioso.
  • Ameaças constantes de demissão.
  • Distúrbios de humor e tensão no trabalho.

Principais doenças que afetam a saúde mental dos colaboradores.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a estimativa é que a depressão seja a principal doença mais incapacitante em todo o mundo até 2020.

 

Dentre os diagnósticos médicos mais comuns que causam a incapacidade ocupacional podemos citar:

 

  • Depressão.
  • Transtornos de ansiedade.
  • Transtornos bipolares.
  • Síndrome Burnout.
  • Síndrome do pânico e estresse pós-traumático.

RH na saúde ocupacional dos colaboradores.

O RH é corresponsável pelo bem-estar do funcionário e atua juntamente com a área de segurança e saúde do trabalho.

 

A função do RH é manter um clima organizacional prazeroso para todos os seus colaboradores.

Conscientização e a inclusão de palestras sobre saúde mental nas SIPATs são algumas medidas que o RH pode sugerir.

 

Vale também criar políticas de boa convivência entre os funcionários em todos os níveis de hierarquia.

 

Neste contexto, a motivação é fundamental para zelar e manter a saúde mental dos colaboradores continuamente.

 

Ação do RH na saúde mental dos colaboradores.

O RH pode atuar na prevenção de doenças mentais dos colaboradores da sua empresa de várias formas, dentre elas:

 

  • Sensibilizando e envolvendo os gestores.
  • Observando sinais de riscos psicossociais relacionados ao ambiente de trabalho (como desmotivação, irritabilidade, queda da produtividade, estresse excessivo, fadiga e dificuldade de concentração).
  • Realizando campanhas internas preventivas.
  • Encaminhando colaboradores expostos a riscos a exame médico.
  • Incentivar implantação (ou melhorias) da ergonomia na empresa.
  • Motivar a prática da ginástica laboral pelos colaboradores.

 

A terapia ocupacional também é de grande valia para a prevenção e tratamento das doenças mentais no ambiente laboral.

 

Os benefícios da terapia ocupacional  para a saúde mental dos colaboradores tem como objetivo principal melhorar o desempenho e a produtividade do funcionário.

 

No entanto, vai muito além disso, pois atua aperfeiçoando habilidades cognitivas do colaborador como raciocínio lógico e concentração,  motiva a organização da sua rotina e melhora sua qualidade de vida.

 

WhatsApp chat