A temperatura do ambiente influencia a produtividade

Postado em 20 de novembro de 2017

Produtividade no trabalho é a relação direta entre a quantidade produzida de determinado produto ou serviço divida por algum insumo ou recurso necessário para sua confecção.

O desafio da produtividade é entregar mais quantidade de algo, usando a menor quantidade de recursos possível. Mas é preciso ficar atento ao nível de qualidade que sua empresa quer atingir.

Muitas coisas podem atrapalhar a produtividade do trabalhador no dia a dia, e uma das coisas que mais pode prejudicar a rotina, é a temperatura ideal do ambiente.

 Não importa onde você trabalha, a temperatura do local sempre será motivo de discussão entre os empregados. Alguns falarão que está muito quente, outros vão sentir frio e alguém vai pedir para desligar o ar condicionado ou ventilador. É inevitável. Como nossos corpos funcionam de forma diferente, encontrar uma meio termo que seja ideal a todos é impossível.

O assunto é tão sério que uma pesquisa realizada pelo site CareerBuilder, em 2015, mostrou que um em cada cinco trabalhadores dos Estados Unidos já havia brigado com outro colega sobre a temperatura. Durante o inverno, 18% dos entrevistados confessaram ter alterado o valor no termostato secretamente.

Se os problemas ficassem no âmbito das relações, era algo mais simples de resolver. Porém, a pesquisa também demonstrou que a temperatura tem papel decisivo na produtividades – 53% dos empregados se sentem menos propensos quando o escritório está muito frio e 71% consideram que as temperaturas mais altas afetam de forma mais intensa a concentração.

Um estudo realizado pela Universidade de Cornell foi mais a fundo nessa análise. A 25 graus celsius, foi constatado que os empregados se mantêm digitando 100% do tempo, com uma taxa de erro de digitação na casa dos 10%. Se a temperatura cai para 20ºC, o período digitando diminui para 57% do tempo e os erros aumentam para 25%.

Outra pesquisa da mesma universidade mostrou que o ritmo da equipe fica mais lento aos 21ºC do que aos 24ºC, porém aumenta se a temperatura for diminuída para 18ºC as pessoas se tornam mais produtivas. Para eles, a conclusão é que 24ºC é uma temperatura neutra, podendo diminuir ou aumentar o ritmo com a diminuição da temperatura.

O que diz a legislação

Se você está com muitos problemas para definir qual a temperatura ideal da sala, a legislação brasileira pode te dar uma ajuda. Na Norma Regulamentadora da Ergonomia (NR-17), fica definido que, para os locais que exigem atividades intelectuais e atenção constante, a temperatura deve ficar entre 20ºC a 23ºC. Já na ISO-9241, há uma flexibilização um pouco maior. No verão, o espectro varia de 20 a 24 graus. No inverno, o ideal é manter entre 23 e 26 graus.

Fique atento a temperatura ideal, e busque produzir mais com qualidade em seu trabalho!

Fonte: ocupacional

 

Clique aqui e conheça os serviços da Labore Saúde Ocupacional

Clique aqui para conhecer melhor a Labore Saúde Ocupacional, referência em Medicina e Segurança do Trabalho de Maringá – PR.

Clique aqui para entrar em contato conosco