(44) 99919-8180
(44) 3029-5025

BLOG

Treinamentos de Segurança do Trabalho e redução de acidentes.

TREINAMENTO DE SEGURANÇA

Os treinamentos de segurança do trabalho devem formar colaboradores quanto a atitudes preventivas individuais e coletivas durante o exercício de atividades laborais.

 

Contém palestras e outros métodos educativos com base nas orientações legais contidas nas normas regulamentadoras, podendo também incluir instruções das notas técnicas e informações de órgãos competentes; como a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

 

Vale lembrar que as normas internas da empresa devem estar alinhadas com os treinamentos de segurança do trabalho, que são indispensáveis para conciliar metas de segurança sem perder a produtividade tendo como parâmetro a realidade particular de cada instituição.

 

Quanto mais bem definidas forem os procedimentos da empresa, mais bem planejados serão os processos internos reduzindo desperdício de tempo para a execução de funções e custos com despesas adicionais.

Custo x Benefício dos Treinamentos.

 

Custos imprevistos e afastamentos acabam comprometendo todo sistema operacional das empresas. Quando o empregador coloca no papel o custo de treinamentos de segurança do trabalho e os prejuízos que pode ter em decorrência de um acidente ou doença ocupacional, logo percebe o quanto os benefícios de investir em treinamentos de segurança do trabalho vale para sua empresa.

 

Só para se ter uma ideia; de modo geral, as multas por causa de negligência em segurança do trabalho podem chegar em cerca de R$ 40.000 ou bem mais, conforme o ramo de atividade e o número de funcionários.

Relação entre produtividade e treinamentos de Segurança do Trabalho.

 

As vantagens em investir em treinamentos de segurança do trabalho não se limitam à redução de custos, mas atingem índices de produtividade mais elevados; como é o caso dos treinamentos sobre Ergonomia, por exemplo.

 

O treinamento da NR 17 – Ergonomia, amplia a conscientização sobre a importância do bem estar, da qualidade de vida, de manter uma postura adequada no trabalho e melhorar a disposição através de ginásticas laborais; principalmente se têm agentes multiplicadores que irão manter a motivação de todos os outros funcionários.

 

O agente multiplicador é aquele responsável interno que vai zelar por toda equipe de trabalho; sendo ponte e elo de apoio para que a segurança e saúde do trabalho não fique no papel, mas no dia a dia e na vida de  cada funcionário.

Treinamentos de Segurança do Trabalho mais aplicados nas empresas.

 

  • Treinamento NR 5 – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – CIPA.

 

  • Treinamento NR 6 – Equipamentos de Proteção Individual – EPI.

 

  • Treinamento NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade.

 

  • Treinamento NR 17 – Ergonomia.

 

  • Treinamento NR 20 – Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis.

 

  • Treinamento NR 23 – Proteção contra Incêndios.

 

  • Treinamento NR 33 –  Segurança e Saúde nos trabalhos em espaços confinados.

 

  • Treinamento NR 35 – Trabalho em Altura.

 

Querer fazer o máximo de  treinamentos de uma única vez talvez não seja a melhor estratégia para sua empresa por dois motivos: primeiro porque pode ser muito cansativo para o funcionário e segundo porque pode  estar muito acima da realidade financeira da sua empresa.

 

Neste caso a dica é ir colocando pouco a pouco os treinamentos em dia. Lembre-se que eles são obrigatórios; contendo carga horária específica, conforme o treinamento da NR em questão. Para segurança da empresa, forneça os certificados contendo as datas, os horários,  o conteúdo programático dos treinamentos e mantenha uma cópia arquivada.

 

Além dos treinamentos citados acima, existem muitos outros que podem ser importantes para sua empresa, de acordo com as atividades que ela desenvolve.

 

Caso tenha alguma dúvida sobre os treinamentos mais adequados para sua empresa, entre em contato com a Labore Saúde Ocupacional e explicaremos quais os treinamentos adequados para a sua organização; com base nas funções que mais são executadas pelos seus funcionários.