(44) 99919-8180
(44) 3029-5025

BLOG

Saiba como manter um turnover saudável em sua empresa

demissão

Turnover, também conhecido como taxa de rotatividade de funcionários dentro de uma empresa é um índice muito importante e que precisa ser levado em consideração pelas organizações.

Isso porque é por meio dele que as empresas conseguem identificar a satisfação dos seus funcionários, o que geralmente indica uma boa taxa de turnover.

No entanto, o contrário também acontece, como quando a taxa de demissão e de contratação de funcionários está alta, gerando muitas despesas com rescisões, processos seletivos, contratações entre outros.

Nestes casos, há um indicativo de turnover alto que precisa ser controlado pelo RH, a fim de evitar prejuízos maiores para a organização.

Equilibrar essa taxa não é tarefa fácil, afinal, como lidar com altos índices de rotatividade de funcionários? 

Apesar de ser sinônimo de muito trabalho e esforço, reduzir as taxas de turnover traz muitos benefícios e ajuda a empresa a crescer.

É importante que as organizações estejam atentas a essas taxas, uma vez que elas significam o ambiente organizacional, satisfação de colaboradores dentre diversas outras questões.

Neste artigo, vamos falar sobre o que é turnover, porque ele é importante para as organizações e ensinar estratégias para diminuir essa rotatividade e manter os funcionários mais motivados.

O que é turnover?

Turnover, em inglês, significa renovação, e esta palavra aplicada ao contexto em que estamos trabalhando neste artigo está diretamente relacionada à rotatividade de colaboradores dentro de uma organização.

Por exemplo, uma empresa que forneça biofiltro tratamento de esgoto usa a taxa de turnover para mensurar a rotatividade de seus colaboradores. 

Isso quer dizer ter um controle sobre o índice de entradas e saídas de pessoal em determinado período de tempo.

Quando uma empresa possui um alto índice de rotatividade de colaboradores, que diariamente são desligados, voluntária ou involuntariamente, ela começa a ter muitos gastos financeiros com isso.

O pagamento das rescisões contratuais costuma pesar no bolso das organizações, independentemente de seu tamanho, quando os desligamentos começam a acontecer com muita frequência.

Da mesma forma, uma empresa tem gastos para organizar um procedimento seletivo, seja por meio de agências ou por ela mesma.

Algumas organizações, como no caso de uma locadora que ofereça locação de rolo compactador, têm outros gastos quando da contratação de novos colaboradores.

Compras de uniforme, EPIs, exames admissionais dentre outras exigências pesam se são realizados frequentemente. 

Sendo assim, o turnover alto impacta diretamente na receita de uma organização.

A partir disso, é possível entender, com mais clareza, qual é a real importância do turnover para as empresas.

Por que o turnover é importante?

Depois de entender o que é turnover, não fica tão difícil entender sua importância para as organizações.

Por exemplo, se uma fabricante de empacotadora automática não realizou nenhuma demissão no período de 6 meses, o índice de turnover dela está excelente.

Mas, se outra empresa realizou 15 demissões em um único mês, seu índice é preocupante.

As demissões, principalmente voluntárias, são um reflexo da satisfação dos colaboradores e do ambiente organizacional da empresa.

De nada adianta simplesmente repor os 15 colaboradores se a raiz do problema não for resolvida. 

De fato, existe muita gente que quer e precisa trabalhar, mas ao se depararem com uma empresa que provoca insatisfação aos seus colaboradores, eles procurarão outras empresas.

A alta rotatividade traz outros impactos, por exemplo, afetando negativamente a produtividade. 

Se a empresa tem 15 funcionários a menos, o restante da equipe não conseguirá repor essa mão de obra.

Mas, ao contrário, se uma organização, como no caso de empresas de injeção plástica, possuírem seu quadro de funcionários devidamente preenchido, não sofrerão impacto negativo em sua produtividade.

É importante saber que não existe estabilidade absoluta nos índices de turnover de uma empresa.

Isso porque, a rotatividade devido a demissões depende não apenas de fatores internos como também de fatores externos.

Alguns fatores externos que podem influenciar as demissões são:

  • Mudança de cidade;
  • Nascimento de filhos;
  • Crise econômica no país;
  • Problemas pessoais.

Nestes casos, a organização não tem como interferir, mas isso não a livra da necessidade de monitorar os índices provocados pelos fatores internos.

Quando uma organização não se atenta às taxas de turnover e começar a perder funcionários, ela perde mais do que mão de obra.

O que está em jogo também é capital intelectual, domínio dos processos da empresa, conexões com clientes dentre outros fatores. Portanto, é extremamente cuidar a estar atento a esses fatores.

No Brasil, o índice de turnover nas empresas é considerado o maior do mundo, segundo uma pesquisa realizada pela Robert Half.

Segundo os gestores brasileiros entrevistados nesta pesquisa, o maior agravante é a alta disputa por profissionais qualificados no Brasil. 

Isso significa que mesmo em meio à crise, as empresas continuam buscando incessantemente por pessoas qualificadas.

Tal fato obriga as organizações a reverem o tipo de ambiente e relacionamento que possuem com seus profissionais qualificados e seus talentos.

Isso porque esses colaboradores, quando deixam uma organização, levam com eles muitas outras coisas que um talvez um novo colaborador não reponha.

Para detectar se o indicador de rotatividade está alto ou dentro do normal, é necessário levar alguns pontos em consideração.

Indicadores de turnover positivo são quando estão relacionados a uma necessidade real de mudança de pessoas.

Por exemplo, um bom indicativo é quando uma empresa de gestão de facilities tem um interesse interno em renovar suas equipes. Ou ainda, quando existe uma necessidade real de contratar profissionais com mais especialização.

Por outro lado, índices de turnover que influenciam de maneira negativa estão relacionados a outros fatores. A insatisfação dos colaboradores geralmente é o principal fator.

Só que antes de tirar conclusões precipitadas, é necessário avaliar a causa da demissão, olhar fichas de desligamento e também as fichas das entrevistas admissionais.

As pesquisas organização também são uma ótima maneira de identificar qual problema está ocorrendo e por que.

De qualquer forma, o melhor a se fazer é evitar que essa alta rotatividade chega até a organização e isso pode ser feito de diversas maneiras simples.

Estratégias para reduzir o turnover das empresas

A palavra de ordem quando falamos sobre diminuir o turnover alto de uma organização é: motivação.

Motivar os colaboradores é a melhor maneira de evitar a rotatividade dentro da empresa. 

Se, por exemplo, uma empresa fabricante de tecido de fibra de vidro quer motivar seus colaboradores, existem diversas estratégias, como:

1- Palestras e eventos motivacionais

Palestras e eventos motivacionais são estratégias aplicadas pelas melhores empresas para se trabalhar no mundo.

Esses eventos não só colaboram para melhorar a vida profissional dos funcionários, como também para sua vida pessoal. 

Esses eventos fazem com que os colabores se sintam mais valorizados, o que reflete em seu desempenho.

2-  Investir na comunicação organizacional

A comunicação organizacional é fundamental para qualquer empresa. Atualmente, a relação de trabalho entre os profissionais e a organização é muito diferente, sendo uma relação de troca e muito diálogo.

Uma maneira de fazer isso é, por exemplo, se uma empresa de corte a laser acrílico realizar pesquisas de satisfação, enviar e-mail com avisos sobre eventos, mudanças dentre outros assuntos que são importantes para os funcionários.

3-  Jornada de trabalho flexível

O mundo mudou, as pessoas mudaram e seus horários hoje não são mais como antes. 

Uma jornada de trabalho com horários impostos pela organização pode levar os colaboradores à exaustão.

Tem gente que gosta de acordar mais cedo, tem gente que gosta de acordar mais tarde e tem gente que só funciona bem à noite.

Sendo assim, se uma empresa, como uma de automação de máquinas optar por oferecer aos seus colaboradores um horário mais flexível, notará que o desempenho e produtividade deles melhorará consideravelmente.

Em outras empresas, é possível, por exemplo, optar pelo home office, que traz uma nova atmosfera ao ambiente organizacional.

Trabalhar em casa é o sonho de muita gente, muitas pessoas têm facilidade em se organizar e fazer isso, basta que a organização tente.

Basicamente, manter um bom índice de turnover depende muito mais da empresa e de seus fatores internos do que dos colaboradores e dos fatores externos.

O trabalho é o local onde as pessoas passam a maior parte do seu tempo, portanto, deve ser agradável, prazeroso e satisfatório.

É absolutamente normal que algumas atividades que são realizadas no dia a dia sejam mais estressantes do que outras, e essa é mais uma razão para que as organizações estejam atentas ao clima organizacional.

Atentando-se a esses fatores e oferecendo um ambiente profissional satisfatório e motivador para os colaboradores, não terá profissional que queira sair da empresa. 

Afinal, mais do que o sustento, o trabalho é a segunda casa de um profissional.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

WhatsApp chat